Opiniões

    04-05-2018

    Investir em criptomoedas, a melhor maneira de crescer os seus fundos?

    Há alguns meses, as criptomoedas começaram a ser conhecidas pelo público em geral. Criptomoedas são basicamente meios digitais de troca, que fazem uso de criptografia. A primeira criptomoeda a aparecer foi a Bitcoin, em 2009. Quebrar a segurança existente emuma criptomoeda é praticamente impossível.

    Uso de Bitcoin e outras Criptomoedas
    O uso de criptomoedas tal como Bitcoin ou Ripple tornam possível a chamada "Internet of Things", que são aplicações de Internet que possibilitam a troca de valor na forma de criptomoedas. Esse valor pode ser propriedade intelectual, ações, contratos ou qualquer propriedade de algo que tenha valor. Sendo possível fazer o mesmo em plataformas como o Paypal, ao pagar com um criptomoeda, não está a pagar através de redes privadas, e o dinheiro vai diretamente do comprador para o vendedor.

    Com um crescimento histórico da moeda Bitcoin nos últimos meses de 2017, as outras moedas seguirão seu exemplo e tiveram um crescimento muito grande. Infelizmente para a maioria de seus investidores, esse crescimento foi acompanhado por uma queda contínua e gradual de seu valor, até hoje. De acordo com vários economistas, o crescimento muito rápido nos últimos meses de 2017 foi devido à grande procura e interesse espontâneo de um grande número de pessoas inexperientes, com a intenção de aproveitar a situação e fazer algum dinheiro extra. Alguns economistas analisam moedas como Bitcoin e alertam sobre o risco de investir nas mesmas.

    Riscos de investir em criptomoedas
    Na nossa opinião, os maiores riscos em investir atualmente em criptomoedas incluem: a falta de regulamentação das moedas, uma grande flutuação em relação a outras moedas (como o Euro ou Libra), e a grande relutância da parte do governos e instituições financeiras. Claro, é importante notar que essa relutância pode ser devido aos interesses dessas partes, que podem vir a perder muito no futuro com criptomoedas. Outras razões incluem: o anonimato de seus usuários, dificuldade em rastrear dinheiro e pessoas, o uso atual de Bitcoin para comprar e vender drogas e outros produtos ilegais, ou a transferência de dinheiro sujo. Vale a pena anotar que existe uma grande correlação entre o valor dessas moedas entre si, que nos últimos meses subiram ou caíram a um nível similar. Isso pode ser devido à falta de instrumentos para avaliar o seu valor, permitindo que o valor de uma moeda mude de acordo com o valor de outras. Isto também pode indicar que os preços estão muito dependentes da procura do consumidor e, por enquanto, é difícil ter uma ideia do valor real destas moedas.

    Vale a pena destacar que, ao contrário de outras moedas normais, as criptomoedas não podem ser facilmente analisadas, pois não há muitos indicadores econômicos a contabilizar e outros tipos de ferramentas não podem ser aplicados.

    A nossa introdução às criptomoedas despertou o seu interesse? Algo que podemos garantir, terá que fazer muito mais pesquisa para ter um conhecimento fluente do assunto e ser capaz de saber onde investir o seu dinheiro. Não se esqueça de olhar para a nossa categoria de Gestão Financeira e poderá descobrir as empresas que oferecem serviços de consultoria sobre criptomoedas e o seu futuro no mundo.

    Photo: Marco Verch

    Relacionado